Thursday, September 8, 2011

Bófias assaltados em Pretogal

Informou ontem o Correio da Manhã que três polícias foram roubados nos últimos quinze dias: um na Moita e dois na zona de Sintra. Na Baixa da Banheira, na Moita, três homens agrediram um agente da polícia e roubaram-lhe o carro. Em Mem Martins, um bófia foi abordado por dois ladrões que lhe levaram um fio de ouro e a carteira. O caso mais recente aconteceu na passada segunda-feira, em Rio de Mouro, quando um assaltante (cuja raça o jornal não quis, ou não pôde, referir) entrou no carro de um agente que estava a entrar no seu carro, agrediu-o a murro e ameaçou-o de morte, tendo-lhe roubado a carteira profissional e um telemóvel antes de fugir a pé. O bófia-vítima, da esquadra de Rio de Mouro, perseguiu o agressor e acabou por detê-lo. Depois de se apresentar a tribunal, o criminoso ficou em liberdade...
O mesmo jornal informou também que na passada terça-feira a PSP deteve apenas um assaltante de um gangue de seis homens (pretos?) nas Mercês. O detido, de 21 anos, que já tem antecedentes criminais e já cumpriu pena efectiva pelo mesmo tipo de crimes, foi apanhado a roubar um anel de ouro a um menor. Os outros cinco elementos do gangue conseguiram fugir às autoridades devido à inferioridade numérica dos agentes que, certamente, não se lembraram de os ameaçar com as pistolas que têm...
Perante acontecimentos desses, creio que vale a pena lembrarmo-nos da sugestão do Francisco Louçã, do Bloco de Esquerda, que defendia que os polícias deviam todos andar desarmados...

No comments:

Post a Comment